O que construímos de bom: beleza real

audrey-capa

O conceito de beleza é bastante discutível e as mulheres ainda sofrem com estereótipos, dietas torturantes da moda, infinitos discursos fitness, dentre outros.

No entanto, algumas divas da beleza foram dignas de serem lembradas como tal devido muito mais à história que construíram do que à beleza física: foram excelentes no seu papel como ser humano e deixaram um legado muito bonito.

As atrizes Audrey Hepburn, Grace Kelly e a Princesa Diana foram exemplos deste tipo de diva. Com certeza, elas tinham estilos atemporais que são copiados até os dias atuais, mas se agissem de forma grosseira, não fizessem nada de significativo para o próximo e fossem más em seus papéis de família, jamais teríamos a impressão boa que permaneceu delas.

Beleza é muito mais sinônimo do brilho de quem somos e forma única em essência e no que construímos de bom, que se manifesta dia a dia no comportamento. Podemos fazer boas escolhas como seres humanos sem a necessidade de sermos atrizes ou princesas através da simplicidade do dia a dia e, assim,  brilhar de dentro para fora. E isso nenhuma bolsa Chanel ou cosmético com propriedades formidáveis tem capacidade de transformar.

Audrey Hepburn (1929-1993): atriz e bailarina belga, fez carreira em Hollywood e foi Embaixadora Especial para o Fundo UNICEF das Nações Unidas, de Ajuda às Crianças.

ea24490765163f2933e0d966fd5ba6252fc9baca4067b7149edb3c4393103a78befa98998ad3b6dc3abc17d8d55b1dba

Grace Kelly (1929-1982): atriz americana, também fez carreira em Hollywood, mas logo abandonou para tornar-se Princesa de Mônaco ao casar-se com o Príncipe Rainier III. Fundou a AMADE Mondiale, uma organização para promover o bem-estar das crianças no mundo, e a Fundação Princesa Grace, com o intuito de apoiar artistas emergentes.
3430d3dcdfbb610fc3e9260d2efa24bc24516d78c415c0b0304051ca49db3dfcebf920aa9de20425590f2927961b8453

Princesa Diana (1961-1997): princesa de Gales casada com o Príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth II da Inglaterra. Foi professora de balé e de jardim da infância antes de tornar-se Sua Alteza Real. O trabalho humanitário foi parte importante de sua vida. Algumas das instituições que ela foi patrona foram, por exemplo:  Great Ormond Street Hospital; Royal Marsden Hospital, especializado no tratamento do câncer; Centrepoint, uma organização que trabalha com pessoas sem-abrigo,  English National Ballet , o Balé Nacional Inglês, dentre muitos outros.

4dc0e4193f0e7f2177cf3970ad956d33 1 19a1f38e3afb2c5903c11ee2cdbc04f2

Com fotos e informações de: Pinterest e ebiografia.com

Imagem destacada: Audrey em um momento com seu filho, Sean. Imagem de cantodosclassicos.com .