Um gato o salvou das ruas e da heroína

1466537752713

Podemos chamar de conto de fadas moderno, milagre ou simplesmente não acreditar. Mas as imagens nas redes sociais não mentem.

James Bowen era um rapaz de 29 anos cuja vida tinha tomado um rumo longe de ser promissor como a vida bem sucedida de um músico profissional, seu desejo inicial quando veio, aos 18 anos, da Austrália, para Londres: acabou como artista de rua, dependente químico e tudo o que podia arrumar era um emprego como vendedor de uma revista que apoia a causa daqueles que estão sem moradia ou em condições de vulnerabilidade social.

Isso até Bowen encontrar nas escadas do prédio para dependentes químicos onde morava um gato amarelo. Ele o batizou com o nome de Bob e colocou-lhe uma coleira como cadarço. Bowen ganhou “um motivo para acordar todos os dias”.
Bob e Bowen fizeram amigos do mundo todo e sucesso nas ruas de Covent Garden – com um comportamento atípico para um gato, Bob destacava-se por ficar ao lado do músico enquanto este tocava, ser carismático com as pessoas e ficar nos ombros de seu dono (como um papagaio).

Este gato incomum e a história de amizade com seu dono rendeu muitos fãs nas redes sociais, e reconhecimento mundial. Bowen lançou livros, faz turnês em diversos países junto com Bob e acabou de lançar um filme sobre sua história com Bob. O filme ainda está por estrear no Brasil.

Dica de Livro : Um gato de rua chamado Bob – James Bowen – Editora

Fonte: @StreetCatBob

James-Bob-688036